Última hora

Última hora

Iraque:Referendo sobre constituição obriga a reforço das medidas de segurança

Em leitura:

Iraque:Referendo sobre constituição obriga a reforço das medidas de segurança

Tamanho do texto Aa Aa

Os iraquianos preparam-se amanhã para votar sobre o projecto de Constituição. Com a aproximação da consulta, a polícia pôs em prática medidas excepcionais de segurança, que passam por controlos rodoviários e barreiras anti-deflagração diante das assembleias de voto de forma a garantir a normalidade da votação.

15 milhões e meio de eleitores são chamados a pronunciar-se sobre o texto, alinhavado pelas maiorias curda e xiita no Parlamento, um documento que suscita grandes reticências entre a comunidade sunita. Aliás, na quarta-feira, o Parlamento fez ainda algumas emendas à Constituição, entre as quais a possibilidade de uma revisão no próximo ano, que granjearam o apoio do principal movimento político sunita. Porém, a imperfeição do documento suscita alguns comentários. Para Nabil Younis, do departamento de Ciência Política da Universidade de Bagdade, “o Parlamento tem de demonstrar aos eleitores que está a fazer o melhor possível, que a voz deles não é ignorada e que não é por ter a maioria que se pode fazer o que se quiser.” A nova Constituição iraquiana, que define um sistema parlamentar federalista, privilegia conceitos como a igualdade entre os sexos e a liberdade de expressão e de culto.No entanto, os preceitos do Islão estão na base da orientação religiosa e legislativa do Estado iraquiano. Por isso, as autoridades religiosas xiitas apelaram a uma aprovação em massa do documento.