Última hora

Última hora

União Europeia evita alarmismo sobre gripe das aves

Em leitura:

União Europeia evita alarmismo sobre gripe das aves

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia evitou uma atitude alarmista após a recente descoberta do vírus da gripe das aves na Turquia e na Roménia. Os peritos da União afirmaram esta sexta-feira que não há riscos para a saúde pública.

O vírus ainda não consegue passar de pessoa para pessoa. Mesmo assim, o perigo não pode ser descartado já que o H5N1 é muito propenso a mutações. Bruxelas não chegou a aconselhar a vacinação contra a gripe de pessoas que têm contacto com aves mas esta medida poderá ser aplicada pelos Estados membros, que são responsáveis pelo trabalho de prevenção a nível nacional. A vacinação pode evitar que o vírus da gripe entre em contacto com o H5N1 e dê origem a uma nova estirpe a que nenhuma espécie seria imune. As Nações Unidas prevêm que em caso de pandemia possam morrer mais de 150 milhões de pessoas. O especialista em doenças infecciosas do Hospital Universitário de Bruxelas é um dos defensores da vacinação das pessoas que trabalham directamente com aves.. “Pode ser útil que essas pessoas sejam vacinadas contra a gripe humana. Isso poderia evitar que tivessem ao mesmo tempo a gripe humana e a gripe das aves, o que abriria caminho para a criação de um novo vírus” afirma o especialista belga. Em Portugal, o governo criou uma comissão de acompanhamento da gripe das aves que reunirá semanalmente para avaliar a situação.