Última hora

Última hora

Romémia procura aliados para combater a gripe das aves

Em leitura:

Romémia procura aliados para combater a gripe das aves

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades romenas querem coordenar esforços com os países limítrofes, Ucrânia, Bulgária e Moldávia, para combaterem a propagação da gripe aviária.

Depois da confirmação do vírus H5N1 em território nacional, as medidas de urgência impõem-se, sobretudo nas regiões do Delta do Danúbio, e o presidente romeno tenta accionar uma plano conjunto com os países vizinhos. A ameaça de uma pandemia obriga a sessões de quarentena as regiões afectadas pela estirpe mais perigosa da gripe das aves. A localidade de Maliuc, no sudeste do Danúbio, está por isso isolada do mundo depois da descoberta de novos casos desta variante. A 60 quilómetros daqui, Ceamurlia de Jos, onde foi detectado o primeiro foco de contaminação está desde sexta-se feira em isolamento, enquanto decorre o abate massiço de aves. Entretanto, os cisnes encontrados mortos perto do Lago de Obretinul, no sudeste do Danúbio, que criaram o receio de um terceiro foco de contaminação, não apresentam sinais de terem sido vítimas da gripe das aves, apesar da proximidade geográfica com o primeiro foco de contaminação.