Última hora

Última hora

"Acabar com a fome no mundo é possível"

Em leitura:

"Acabar com a fome no mundo é possível"

Tamanho do texto Aa Aa

Um dia para pensar nos que são mais pobres e cujo rendimento quase não chega para comer. Hoje é o dia mundial para a erradicação da pobreza.

Mas em muitos casos não é necessário um dia especial para se dedicar aos mais desfavorecidos. Em Berlim, padres franciscanos cozinham todos os dias para matar a fome a muitas pessoas. “Se isto não existisse, morreria de fome. Não tenho qualquer apoio, porque sou sem abrigo. Por isso venho aqui”, refere um dos utentes da sopa dos pobres franciscana. Hoje é também o dia em que a FAO, organização para a agricultura e alimentação das Nações Unidas celebra o seu sexagésimo aniversário. O presidente da instituição afirmou que a humanidade tem meios para acabar com a fome mundial. O mesmo pensa o padre Antonius Schuster. “Bom, em geral não devia haver fome na nossa sociedade, se os bens fossem distribuídos de forma equitativa. Mas quem dispensa de forma equitativa? Até nós estamos dependentes da fraternidade… vivemos de donativos”, refere. A FAO estima que mais de 800 milhões de pessoas sofrem de subalimentação. A cerimónia do aniversário da instituição decorre hoje em Roma. A presença do Presidente do Zimbabué, Robert Mugabe, já suscitou protestos.