Última hora

Última hora

Líder da oposição do Azerbaijão detido na Ucrânia

Em leitura:

Líder da oposição do Azerbaijão detido na Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

A três semanas das legislativas no Azerbaijão, centenas de militantes da oposição foram detidos no aeroporto, enquanto esperavam a chegada do seu líder, ele próprio interpelado durante uma escala forçada na Ucrânia, quando se dirigia para Baku. Entre os detidos no aeroporto de Baku estão mais de três dezenas de candidatos da oposição ao Parlamento.

A oposição do Azerbaijão teme que o governo do presidente Ilham Aliev tente “arranjar” as próximas eleições, tal como aconteceu com as presidenciais de 2003, que foram criticadas pela comunidade internacional. A tensão está em crescendo desde que foi aprovada, em Junho, a nova lei eleitoral que faz tábua rasa dos pedidos da oposição e do Conselho da Europa, que exigiam a introdução de comissões eleitorais e a utilização de tinta indelével para evitar fraudes. Em Simferopol, na península da Crimeia, Rassoul Gouliev, líder do Partido Democrático do Azerbaijão e antigo presidente do parlamento, foi detido pela Interpol a pedido das autoridades de Baku. Candidato a primeiro-ministro pela coligação Azaldig, que quer dizer “liberdade” em azeri, Gouliev é acusado do desvio de 100 milhões de doláres dos cofres do Estado.