Última hora

Última hora

Grécia aguarda confirmação da contaminação de um peru com o vírus H5N1

Em leitura:

Grécia aguarda confirmação da contaminação de um peru com o vírus H5N1

Tamanho do texto Aa Aa

Enquanto aguarda a confirmação da contaminação de um peru com o vírus H5N1, a Grécia desinfecta o local onde a ave foi encontrada e vai manter os trabalhadores da quinta em observação médica, durante a próxima semana.

A verificar-se a presença da estirpe mortal da gripe das aves, a Grécia torna-se no primeiro país da União Europeia a registar um caso, facto que não surpreende porque a região se encontra numa das principais rotas migratórias, entre a Ásia Ocidental e o Médio Oriente, rumo a África. Situada no Mar Egeu, junto à costa da Turquia, a ilha de Inusses, onde foi detectado o caso suspeito, está em estado de alerta máximo. As autoridades gregas proibiram a exportação de aves vivas e de produtos derivados de Inusses e de outras duas ilhas vizinhas. A população está alarmada. Uma residente afirmou não conhecer a doença, mas também já não consegue “dormir” porque está “assustada”. Há quem utilize máscaras, esperando assim proteger-se, e confesse a esperança de que “não seja nada muito sério”, apesar de “algum pânico” e das naturais preocupações com as crianças. Entretanto, foi cortado o acesso à quinta onde surgiu o caso suspeito e a zona é agora patrulhada pela polícia. O resultado das análises só será conhecido dentro duma semana. Até lá persiste a dúvida e o medo, mesmo que os habitantes de Inusses afirmem que “todos os anos morrem várias aves e nunca se fez um drama disso”.