Última hora

Última hora

Furacão Wilma assola Haiti e Jamaica e poderá atingir a Florida

Em leitura:

Furacão Wilma assola Haiti e Jamaica e poderá atingir a Florida

Tamanho do texto Aa Aa

O furacão Wilma aumenta de intensidade à medida que se aproxima do Golfo do México, vindo do mar das Caraíbas. Segundo o centro de detecção de furacões norte-americano, o ciclone que até ontem era apenas uma tempestade tropical, poderá passar nas próximas horas à categoria 4 na escala de cinco níveis de Saffir Simpson.

Os ventos fortes e as chuvas torrenciais provocadas pelo ciclone, causaram nas últimas horas desabamentos de terras e inundações nas Honduras e Nicarágua. No Haiti pelo menos dez pessoas morreram soterradas por uma vaga de lama numa região montanhosa. As ilhas Caimão, Cuba e a província mexicana do Iucatão encontram-se desde ontem em alerta máximo, com os meteorologistas a preverem chuvas torrenciais. Nas províncias cubanas de Guantanamo, Santiago e Granma mais de 5 mil pessoas foram deslocadas como medida de precaução. Nas Honduras as autoridades preparam-se para evacuar 10 mil pessoas, incluíndo centenas de turistas nas ilhas Bay, Roatan, Utila e Guanaja. Na Jamaica, onde mais de 45 aldeias tiveram que ser evacuadas, estradas e comunicações ficaram bloqueadas e mais de 250 pessoas foram evacuadas. O Wilma é o vigésimo primeiro furacão da mais violenta temporada a assolar as Caraíbas e o Golfo do México nos últimos setenta anos. Ao início da manhã, o furacão evoluía no sentido oeste noroeste. Segundo as previsões meteorológicas para os próximos cinco dias, o Wilma poderá atingir a costa sul da Florida no sábado.