Última hora

Última hora

Eurotunnel anuncia 900 supressões de emprego

Em leitura:

Eurotunnel anuncia 900 supressões de emprego

Tamanho do texto Aa Aa

A Eurotunnel vai reduzir o quadro de pessoal para dois terços, até Junho do próximo ano. A empresa que explora o túnel do canal da Mancha anunciou a supressão de 900 postos de trabalho, em partes iguais de 450, repartidas pelos dois lados do túnel, ou seja, França e Grã-Bretanha.

As supressões de emprego vão ser feitas através de rescisões voluntárias. O presidente da Eurotunnel, Jacques Gounon, diz que a empresa vai à bancarrota se a dívida não for reestruturada. Actualmente, o grupo tem um passivo de nove mil milhões de euros. No último trimestre, a facturação subiu para os 206 milhões de euros e os prejuízos caíram para os 110 milhões. O plano de reestruturação da dívida deve ser discutido no próximo mês e prevê que uma parte dessa dívida seja convertida em acções. Apesar da melhoria nos números, isso está longe de significar uma luz ao fundo do Eurotunnel. O tráfego de passageiros continua baixo, por culpa sobretudo das companhias aéreas de baixas tarifas, que oferecem viagens entre os dois lados da Mancha a preços bastante mais atractivos que a travessia do túnel.