Última hora

Última hora

UE preocupada com gripe das aves

Em leitura:

UE preocupada com gripe das aves

Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros da saúde da União Europeia reuniram-se esta quinta-feira nos arredores de Londres para expor os seus planos nacionais de prevenção e de combate a uma eventual pandemia de gripe aviária e analisar possíveis medidas comuns.

Em Bruxelas, após uma reunião de peritos veterinários da União, a Comissão Europeia decidiu alargar o embargo à entrada na UE de aves e penas provenientes da Rússia. “O Comité Permanente da Cadeia Alimentar apoiou o embargo de aves de estimação e penas da Sibéria de forma a cobrir todo o território russo, com excepção de Kalininegrado, Leninegrado, Karelia, Murmansk e São Petersburgo”, declarou a porta-voz da Comissão Europeia, Pia Ahrenkilde Hansen. Casos de gripe aviária já se verificam em vários países europeus, mas nem todos dizem respeito à estirpe mais perigosa. A existência do perigoso vírus em aves a sul de Moscovo foi o principal motivo para a decisão dos 25. Os casos de H5N1 detectados perto da capital russa levaram as autoridades da Holanda, da Alemanha e da Áustria a ordenar o enclausuramento dos animais decriação, de forma a limitar os riscos de transmissão. Muitas aves migratórias russas têm como destino regiões do Norte da Europa.