Última hora

Última hora

H5N1: Nova vítima humana na Indonésia, Europa reforça prevenção

Em leitura:

H5N1: Nova vítima humana na Indonésia, Europa reforça prevenção

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia quer temporariamente fechar as portas à importação de aves exóticas. A medida de prevenção face à ameaça da gripe das aves vai ser proposta esta manhã pela Comissão Europeia.

A descoberta de um papagaio portador do vírus H5N1 no aeroporto de Londres, lançou há dias o alerta para este meio de propagação da doença, levando o Reino Unido a impor um embargo do mesmo tipo em todo o território nacional. A Comissão deverá ainda propor o controlo reforçado das aves de companhia, num momento em que continua por averiguar a morte suspeita de aves selvagens na Alemanha, Hungria e em Portugal. Em Peniche 17 aves encontradas mortas estão a ser analisadas pelo Laboratório de Investigação Veterinária para saber se têm o vírus mortal. Na Alemanha, as suspeitas centram-se em 25 patos e gansos selvagens descobertos mortos, ontem, num pântano em Heimbach-Weiss, no Oeste da Alemanha. O risco de contágio da gripe das aves a seres humanos permanece ainda indefinido. Os cientistas e responsáveis políticos reunidos desde ontem e até hoje em Ottawa, no Canadá para debater o tema, alertaram para as limitações do tratamento com medicamentos anti-virais. A prevenção da pandemia passa antes de mais pelo desenvolvimento de vacinas e pela ajuda aos países asiáticos. A Indonésia anunciou ontem mais uma morte provocada pelo vírus, enquanto a China alertou para um novo foco de contaminação registado no Leste do país. Para os responsáveis da OMS, reunidos em Copenhaga durante 3 dias, a Europa tem hipóteses de manter o vírus fora das fronteiras, uma vez que para já a gripe afecta na sua maioria animais.