Última hora

Última hora

Ex-embaixador americano pede cabeça de conselheiro de Bush

Em leitura:

Ex-embaixador americano pede cabeça de conselheiro de Bush

Tamanho do texto Aa Aa

O caso CIAgate deve fazer rolar mais cabeças, em especial, a de Karl Rove, conselheiro de Bush. É o que defende o ex-embaixador americano, Joseph Wilson, marido da agente da CIA cujo nome foi revelado à imprensa e que está na origem de todo o escândalo.

Tal como os democratas, o antigo diplomata pede a cabeça do conselheiro do presidente Bush, por considerar que Rove abusou do poder e pôs em perigo a segurança do país. Segundo Wilson, Karl Rove não deve ter a possibilidade de se demitir, como fez o chefe do gabinete do vice-presidente Dick Cheney. Rove deve ser despedido. Após dois anos de inquérito, o caso só custou o posto a Lewis Libby, ex-chefe de gabinete de Cheney, acusado de obstrução à justiça, falsas declarações e perjúrio. Wilson reitera que a Casa Branca revelou, em 2003, a identidade da sua mulher Valerie Plame como agente da CIA para o desacreditar, depois de o ex-diplomata ter denunciado publicamente as falsas justificações para a guerra no Iraque. Karl Rove está sob investigação, mas a Casa Branca mantém a confiança no responsável pelas vitórias de Bush.