Última hora

Última hora

Stoiber não vai integrar governo alemão

Em leitura:

Stoiber não vai integrar governo alemão

Tamanho do texto Aa Aa

Edmund Stoiber, líder da CSU e chefe do executivo da Baviera, recusou definitivamente fazer parte da equipa ministerial que vai governar a Alemanha nos próximos anos.

Stoiber tinha sido designado para ocupar a pasta da Economia e Tecnologia no executivo da grande coligação entre o SPD a CDU e a CSU. Mas depois das reticências de Franz Müntefering, o presidente dos sociais-democratas, em integrar o executivo, Stoiber mudou de ideias. Está outra vez instalada a confusão para formar governo. Mas a futura chanceler Angela Merkel garante que a coligação não está em perigo. Para além das incertezas na formação da equipa governamental, também o SPD enfrenta um grave crise interna. O partido de Gerhard Schroeder está agora sem rei nem roque, já que Müntefering abandonou a presidência do partido, ao serem conhecidos os resultados da eleição do novo líder. Ganhou Andrea Nahles, uma contestatária às políticas de Schroeder. Müntefering apoiava outro candidato e, perante derrota, achou que não tinha condições para continuar à frente do SPD. Continua tudo em aberto, mais de um mês depois das eleições alemãs. Angela Merkel, líder da CDU, está a braços com a segunda crise antes mesmo de ser chanceler.