Última hora

Última hora

David Blunkett obrigado a demitir-se de novo de um governo de Tony Blair

Em leitura:

David Blunkett obrigado a demitir-se de novo de um governo de Tony Blair

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro britânico do Trabalho e das Reformas, David Blunkett, apresentou esta manhã a demissão.

Blunkett está envolvido num caso de conflito de interesses e é a segunda vez que, como membro do governo, é obrigado a demitir-se. Tony Blair tinha manifestado apoio ao seu ministro, mas a oposição não desarmou. Segundo o Partido Conservador, o ministro não respeitou o código ministerial de conduta ao aceitar um lugar na direcção da empresa DNA Biociência. Blunkett assumiu as funções depois de ter apresentado a demissão do cargo de ministro do Interior, em Dezembro do ano passado, e antes de ter voltado ao governo como ministro do Trabalho, após as eleições de Maio último.Mas o código de conduta obrigava-o a comunicar esse facto a um comité específico, o que o ministro não fez. Na tentativa de evitar a queda política, Blunkett desvinculou-se da empresa, na segunda-feira, mas foi tarde de mais. O conservador Chris Grayling pede uma investigação:“Penso que há ainda muitas questões para esclarecer sobre os encontros privados entre o sr. Blunket e os membros da família que controla a DNA Bioscience depois de ter voltado ao governo. O código ministerial é muito claro quanto ao facto de se ser obrigado a cortar os laços com os interesses privados. Se o sr.Blunket se encontrou com eles, a sua namorada diz que nesses encontros se falou de negócios e ele nega, há uma grave contradição naquilo que ambos dizem”, afirmou. Blunket já tinha sido obrigado a demitir-se do cargo de ministro do Interior em Dezembro do ano passado depois de um escândalo por supostamente ter facilitado a concessão de um visto à ama da sua ex-amante.