Última hora

Última hora

Tony Blair defende David Blunkett no parlamento britânico

Em leitura:

Tony Blair defende David Blunkett no parlamento britânico

Tamanho do texto Aa Aa

Tony Blair sofreu um duro golpe com a demissão do ministro do Trabalho e das Reformas. Foi a segunda vez que chamou David Blunkett para o seu governo e a segunda vez que o ministro se demitiu por causa de um escândalo.

Os conservadores aproveitaram a presença do chefe do governo no parlamento para exigirem explicações. Blair não hesitou uma vez mais em sair em defesa de Blunkett:“A acusação mais séria que lhe foi feita foi a de que tinha tido conversações enquanto membro do governo com esta empresa da qual fazia parte, para contratos com o Ministério do Trabalho e das Reformas. Se esta acusação fosse verdadeira seria, certamente, uma falta grave, mas eu analisei-a e considero que não há qualquer indício de que esta empresa tenha qualquer contrato com o Ministério do Trabalho e das Reformas. Por essa acusação não havia razões para ele se demitir. Blair insinua que não havia conflito de interesses, mas Blunkett admitiu o erro de não revelar as ligações à empresa privada, como previsto no código de conduta ministerial.