Última hora

Última hora

CIAgate: Libby declara-se "inocente"

Em leitura:

CIAgate: Libby declara-se "inocente"

Tamanho do texto Aa Aa

Lewis Libby defende que nunca mentiu na investigação a fuga de informação que colocou nos jornais o nome de uma agente de CIA. “Scooter” Libby, o antigo assessor do vice-presidente Dick Cheaney, declarou-se inocente das cinco acusações de obstrução à justiça, perjúrio e falsas declarações de que é alvo.

Libby é, para já, o único acusado no processo que ainda não tem data marcada para um julgamento que pode fazer estragos na administração norte-americana e que relançou o debate sobre as motivações para a guerra no Iraque. Karl Rove, o responsável pelas vitórias eleitorais de George W. Bush, é outro dos nomes sob investigação, mas o assessor do presidente ainda não é acusado de nada. A próxima audiência sobre o caso está marcada para 3 de Fevereiro. Pelos crimes de que é acusado, Libby arrisca-se a uma pena máxima de 30 anos de prisão.