Última hora

Última hora

Opinão pública europeia reage à ameaça iraniana contra Israel

Em leitura:

Opinão pública europeia reage à ameaça iraniana contra Israel

Tamanho do texto Aa Aa

A voz de indignação de milhares de pessoas em diferente capitais europeias levantou-se contra o Irão. Em Paris as principais organizações dos judeus de França apelaram à manifestação para exigirem que o regime de Teerão retire as palavras proferidas contra o Estado de Israel. O presidente Ahmadinejad declarou que Israel “deve ser apagado do mapa”.

Em Itália a mesma indignação. “Este discurso faz medo, aterroriza , está cheio de ódio, e não é apenas contra a política de Sharon e do governo israelita, mas contra o facto de que Israel existe. É um modelo que pretende exportar o regime tecnocrático para o mundo árabe. É precisar dar uma resposta” defende Guiliano Ferrara um dos responsáveis pela organização da manifestação em Roma. Em Teerão a indignação do Ocidente é ingorada. Milhares de iranianos concentraram-se frente à antiga embaixada dos Estados Unidos para assinalarem com gritos de “morte aos Estados Unidos”, o dia da “Arrogância Mundial”. A data recorda o assalto à delegação norte-americana, dia 4 de Novembro de 1979, por um grupo de revolucionários que sequestrou 52 pessoas durante 444 dias.