Última hora

Última hora

Centenas de especialistas reunidos em Genebra para debater gripe das aves

Em leitura:

Centenas de especialistas reunidos em Genebra para debater gripe das aves

Tamanho do texto Aa Aa

A prevenção face à gripe das aves passa antes de mais por impedir a propagação do vírus a seres humanos. Este foi o ponto de partida para o debate que, de hoje até quarta-feira, reúne centenas de especialistas de saúde humana e animal em Genebra, sob os auspícios da Organização Mundial de Saúde.

Os responsáveis da OMS consideram que ainda é possível evitar uma pandemia. Na Ásia o vírus H5N1 conduziu à morte de 150 milhões de aves e de 63 pessoas nos últimos dois anos. O reforço da vigilância em criações avícolas e o desenvolvimento das dez vacinas em estudo até hoje são algumas das soluções debatidas em Genebra. A farmacêutica Roche, que fabrica o antiviral Tamiflu anunciou que está pronta a aumentar a produção do medicamento a partir de 2007. Por outro lado, a China parece mais aberta a colaborar com a OMS, tendo convidado uma equipa de peritos para investigar três casos da doença no sul do país. Pequim, que afirma ter lançado uma campanha de prevenção nacional, ordenando o encerramento dos principais mercados de aves e o enclausuramento de centenas de explorações, detectou hoje um novo foco da doença no nordeste do país. Nos últimos dias mais seis milhões de aves infectadas foram abatidas. Segundo o Banco Mundial, os danos causados pela doença na economia mundial, poderão ascender aos 550 mil milhões de dólares.