Última hora

Última hora

França em Estado de Emergência

Em leitura:

França em Estado de Emergência

Tamanho do texto Aa Aa

O governo francês adoptou medidas de urgência depois de duas semanas de violência urbana. O presidente Jacques Chirac defendeu que “é necessário acelerar o regresso à calma” e a partir da meia-noite de hoje o recolher obrigatório vai ser instaurado nas zonas afectadas pelos distúrbios.

O Conselho de Ministros decretou em sessão extraordinária o Estado de Emergência “nas regiões onde for necessário” reactivando uma lei que data de Abril de 1955 durante a guerra da Argélia. O ministro do Interior, Nicolas Sarkozy parece satisfeito: “Notei com interesse uma redução dos distúrbios na última noite na região de Paris. Temos agora a possibilidade de ser eficázes. As cenas de violência que se produziram no nosso território, os indivíduos que são culpados serão punidos”. Como consequência as autoridades locais podem impôr o recolher obrigatório nos respectivos municípios, interditar a circulação de pessoas e veículos em determinados locais e a certas horas, instituir zonas protegidas ou de segurança. Este decreto-lei vai estar em vigor até ao dia 20 de Novembro e a sua reedição dependerá do desenvolviemnto da situação nos próximos dias.