Última hora

Última hora

Israel: Vitória de Perez no partido trabalhista abre a porta a eleições antecipadas

Em leitura:

Israel: Vitória de Perez no partido trabalhista abre a porta a eleições antecipadas

Tamanho do texto Aa Aa

Com surpresa, o partido trabalhista israelita elegeu para novo líder o sindicalista Amir Peretz que, já anunciou, vai abandonar a coligação governamental com o Likud de Ariel Sharon, abrindo o caminho a eleições antecipadas em Israel.

A data do escrutínio antecipado será discutida com o primeiro-ministro numa reunião marcada para este domingo. Contrariando todas as sondagens, Peretz conquistou a chefia dos trabalhistas com uma vantagem inferior a 3 por cento para o líder histórico do partido, prémio Nobel da Paz e obreiro dos acordos de Oslo, Shimon Peres. A vitória de Peretz marca uma mudança de geração à frente dos trabalhistas. Peres tem 82 anos. Peretz tem 53 anos, é natural de Marrocos e chefia também a maior central sindical israelita, a Histadrut. Alguns analistas estimam que, após esta derrota, Shimon Peres possa formar um novo partido mas Peretz já apelou à unidade dos trabalhistas pedido ao seu antecessor para ficar. Os trabalhistas contam atrair um eleitorado jovem, proveniente da Europa, com este triunfo de Peretz que deve permitir libertar o partido da imagem de formação elitista.