Última hora

Última hora

Mentor dos atentados de Bali suicida-se durante raide para o prender

Em leitura:

Mentor dos atentados de Bali suicida-se durante raide para o prender

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia indonésia confirmou a morte do terrorista malaio Azahari bin Husin, um dos mais procurados terroristas desde o atentado de Bali, que activou um cinto de explosivos durante a operação policial para o deter, em Malang.

A identificação formal foi feita pelo chefe da unidade antiterrorismo que perseguia o criminoso há três anos. . O raide foi lançado com base nas informações de um presumível terrorista detido há dez dias em Jakarta e na vigilância apertada ao bairro denunciado como esconderijo de Husin, conhecido como “o demolidor”. Entre os vários atentados atribuídos a Azahri bin Husin estão os de Bali, em Outubro de 2002 e que fizeram 200 mortos, entre os quais um militar português destacado para Timor-Leste, o ataque à embaixada australiana em Jacarta (11 mor tos), as explosões junto ao hotel Marriott em Jacarta (12 mortos) além de um segundo atentado em Bali no mês passado (20 mortos).