Última hora

Em leitura:

Ariel Sharon deverá enfrentar eleições antecipadas em Março de 2006


mundo

Ariel Sharon deverá enfrentar eleições antecipadas em Março de 2006

Israel e Ariel Sharon dificilmente escaparão a eleições antecipadas. Quem o diz é o novo líder do Partido Trabalhista, Amir Peretz. A actual legislatura só deveria terminar em Novembro de 2006, mas Peretz nunca escondeu a intenção de abandonar a coligação governamental e esta intenção tornou-se mais real quando Ariel Sharon adiou uma reunião que tinha marcado com o líder trabalhista.

A ministra da Educação israelita, Limor Livnat, defendeu-se ao afirmar que “Amir Peretz pensa que pode ditar a agenda política, mas não pode. O Likud está mais determinado e unido do que nunca e vai vencer as eleições” independentemente de elas se realizarem em Março ou em Novembro. Amir Peretz, que surpreendeu tudo e todos ao conquistar na passada quinta-feira a liderança do Partido Trabalhista a Shimon Peres, deverá comunicar na próxima quinta-feira a Ariel Sharon a intenção dos trabalhistas de saírem da coligação governamental e acordar com o chefe do Governo uma data para a realização de eleições antecipadas. A crise política agudiza-se numa altura em que Israel relembra Yitzhak Rabin. 200 mil pessoas, de acordo com os organizadores, reuniram-se na noite de sábado para domingo na praça onde o ex-primeiro-ministro foi assassinado no dia 04 de Novembro de 1995.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Comunistas recolhem assinaturas para manterem Lenine na Praça Vermelha