Última hora

Última hora

França: Deputados aprovam estado de emergência por mais três meses

Em leitura:

França: Deputados aprovam estado de emergência por mais três meses

Tamanho do texto Aa Aa

Sem surpresas, a Assembleia Nacional francesa aprovou o prolongamento do estado de emergência por mais três meses. A oposição votou contra, mas a maioria que apoia o governo fez passar o projecto de lei.

O documento ainda tem de ir ao Senado para aprovação, mas também aqui se espera luz verde para manter o estado de emergência até Janeiro. O ministro do Interior diz que esta “é uma das maiores crises que se abateu sobre França”. Nicolas Sarkozy considera que é necessário “firmeza e sangue-frio”. E constata que “a 15 minutos de Paris e muitas vezes no coração das metrópoles, os franceses têm de baixar a cabeça, trancar bem as portas, viver constatemente com medo, há já vários anos”. A oposição não queria que o estado de emergência fosse prolongado. Henri Emmanueli diz que “o partido socialista prefere a legalidade republicana, não concorda com regimes de excepção”. Já a UDF duvida da eficácia da medida. O centrista Jean-Christophe Lagarde diz que “ainda está por provar que o recolher obrigatório resolveu alguma coisa” e acha que “o estado de emergência é uma questão psicológica”. Dominique de Villepin fez esta terça-feira a primeira visita a uma comunidade afectada. O primeiro-ministro esteve em Seine-Saint-Denis, onde tudo começou há 20 noites.