Última hora

Última hora

Suíça: Governo ordena devolução de quadros confiscados a um museu russo

Em leitura:

Suíça: Governo ordena devolução de quadros confiscados a um museu russo

Tamanho do texto Aa Aa

Ordem de regresso imediato à Rússia para as cerca de 50 obras-primas do impressionismo francês, pertencentes ao museu Pushkine de Moscovo, confiscadas na Suíça.

Após uma reunião de emergência, o governo suíço ordenou a restituição dos quadros. As obras tinham sido confiscados a pedido de uma empresa helvética que tenta, desde os anos noventa, cobrar uma dívida contraída pelo Estado russo. Na Rússia gritou-se “escândalo” e a directora de museu Pushkine temia pela obras e pelas condições de armazenamento. Os quadros foram confiscados no fim-de-semana, a bordo de seis camiões. Tinham sido emprestados para uma exposição em Martigny, no cantão suíço de Valais. Os quadros confiscados, estimados em mil milhões de dólares, são alguns dos expoentes máximos da colecção do museu Pushkine, incluindo trabalhos de Manet, Monet, Renoir, Degas, Gauguin, Cézane e Matisse, entre outros.