Última hora

Última hora

Apoiantes de Franco lembram morte do ditador 30 anos depois

Em leitura:

Apoiantes de Franco lembram morte do ditador 30 anos depois

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de duas mil pessoas, incluindo antigos soldados, reuniram-se este domingo em Madrid para assinalar os trinta anos da morte do general Franco.

Os saudosistas de quarenta anos de ditadura fascista não se revêem nas mudanças da nova Espanha, sobretudo nas alterações impostas pelo governo socialista que desde Março do ano passado dirige o país. Os franquistas criticam medidas como a atribuição de maior autonomia para as regiões espanholas, ou a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo. 30.000 mortos e desaparecidos na guerra civil de Espanha é o balanço que a Amnistia Internacional divulgou este ano. O governo espanhol está a elaborar nova legislação que dê uma visão mais equilibrada da história recente do país e ajude a reparar os danos causados às vítimas de Franco.