Última hora

Última hora

Começou maior julgamento da história da justiça espanhola

Em leitura:

Começou maior julgamento da história da justiça espanhola

Tamanho do texto Aa Aa

É maior julgamento na história da justiça espanhola. No banco dos réus de um tribunal de Madrid estão sentadas 56 pessoas, acusadas de pertencerem a organizações que alegadamente apoiavam a ETA. Da parte da manhã, o primeiro arguido a ser questionado recusou responder às perguntas da acusação por considerar estar perante um julgamento político.

Instruído pelo juiz Baltazar Garzon desde 98, o processo conta com mais de 300 testemunhas e está explicado ao longo de 200 mil páginas. O julgamento começa num contexto substancialmente diferente em relação ao da abertura do processo. Ha sete anos, a direita, no poder, tinha estabelecido um pacto antiterroristacom os socialistas, privilegiando a via da repressãoa para acabar com a ETA. Agora, correm rumores de que o primeiro-ministro socialista Rodriguez Sapatero poderá abrir o diálogo com os separatistas, depois de o Batasuna ter entregue uma proposta de resolução pacífica do conflito basco, há um ano. Os arguidos podem ser condenados até aos 51 anos de prisão. O julgamento deverá durar entre seis a oito meses.