Última hora

Última hora

Merkel inaugura chancelaria histórica na Alemanha

Em leitura:

Merkel inaugura chancelaria histórica na Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

A presidente da União Democrata Cristã (CDU), Angela Dorothea Merkel, prestou juramento como chanceler alemã no Bundestag. Foi um dos momentos altos desta jornada histórica para a Alemanha e para a primeira mulher chanceler do país. Uma política vinda de Leste, professora universitária de física, aquela a quem Helmut Kohl (seu mentor político) entregou várias pastas durante o seu governo.Ela foi porta-voz do único e derradeiro governo democraticamente eleito da Alemanha de Leste, antes da reunificação do país.

A eleição parlamentar deu a maioria absoluta à chanceler com 397 votos a favor, ultrapassando largamente os 308 de que necessitava para ter maioria absoluta. Mas o objectivo dos 400 votos ficou por atingir e o pleno dos 448 votos dos deputados da coligação ficou muito aquém.De manhã, Merkel aceitou oficialmente, o resultado da votação, recebendo, depois, os cumprimentos do ex-chanceler Gherard Schroeder, de vários ministros e deputados, antes de ser recebida pelo presidente da república, Horst Kohler, que lhe transmitiu as credenciais. Merkel chefiará um governo com sete ministros democratas-cristãos e oito ministros do SPD, incluindo o vice-chanceler e ex-presidente dos social-democratas, Franz Müntefering. Como chanceler, Merkel jurou investir a sua força em prol do povo alemão, aumentando o seu bem-estar, diminuindo os seus problemas. Jurou “defender a Constituição e a lei do Estado Federal, cumprir os deveres de chanceler e ser justa com todos, com a ajuda de Deus.” Como representante de um partido cristão, não quis deixar de fazer a referência a Deus que lhe é proporcionada pela fórmula protocolar de origem.