Última hora

Última hora

Palestinianos reabrem fronteira com o Egipto

Em leitura:

Palestinianos reabrem fronteira com o Egipto

Tamanho do texto Aa Aa

É o fim do isolamento para 1 milhão e 300 mil palestinianos. Gaza abre a primeira porta para o mundo quase quatro décadas depois do início da ocupação israelita. Três meses depois da retirada israelita, a fronteira da Faixa de Gaza com o Egipto foi reaberta numa sessão solene presidida por Mahmoud Abbas.

O líder palestiniano cortou simbolicamente a fita reabrindo oficialmente o porto de Rafah, às 11:00 horas de Lisboa. A cerimónia contou com a presença da missão da União Europeia, mediadora neste processo. Cinco militares da GNR e um diplomata português vão ajudar a gerir o fluxo de pessoas na fronteira de Rafah com o Egipto, a única porta dos palestinianos para o mundo. O terminal de Rafah encerrou pouco depois da retirada israelita, em Agosto, o que provocou um aumento de 38% da taxa de desemprego e estagnou a economia palestiniana. Antes da retirada, atravessavam a fronteira, controlada por Israel cerca de 5000 palestinianos por dia, mas muitas vezes a passagem de Rafah era encerrada na sequência de atentados Israel controlou a fronteira durante 38 anos, desde 1967. Pela primeira vez na história, os palestinianos vão controlar uma fronteira internacional, um sinal de esperança para que um dia possa nascer um Estado