Última hora

Última hora

Reino Unido reabre a porta ao nuclear

Em leitura:

Reino Unido reabre a porta ao nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

Os ambientalistas não queriam mas Tony Blair conseguiu pronunciar o seu discurso sobre o futuro do nuclear no Reino Unido. Depois de atrasos devidos à intervenção dos activistas, Blair conseguiu finalmente dizer aos jornalistas, numa pequena sala, ao lado das instalações previstas:“Em 2020, as actividades relacionadas com o carvão e o nuclear que asseguram 30% das necessidades energéticas do país, deverão cessar na Grã-Bretanha. Uma parte será substituída por energias renováveis, mas nem tudo poderá ser substituído”.

É a porta aberta de Londres à possibilidade de reabilitar a política do nuclear. O principal conselheiro científico do primeiro-ministro, David King, tinha deixado entender há dias que o governo poderia dar luz verde à substituição dos velhos reactores por uma nova geração. Esta manhã era grande a expectativa sobre as palavras de Blair. Activistas do Greenpeace manifestaram-se exibindo cartazes onde se lia: “o nuclear é a resposta errada”. Mas para Tony Blair é talvez a forma de lutar contra o aquecimento do planetajá que não produz gases que provoquemm o efeito de estufa. A decisão de Londres ainda não foi tomada, mas o debate está aberto com a oposição dos ambientalistas.