Última hora

Última hora

Captura da pescada aumenta; anchovas continuam proibidas

Em leitura:

Captura da pescada aumenta; anchovas continuam proibidas

Tamanho do texto Aa Aa

A pesca da anchova deverá continuar proibida, no golfo de Biscaia mas, em contrapartida, as quotas de captura da pescada poderão ser aumentadas, no próximo ano.

Estas são as principais propostas da Comissão Europeia, que os ministros das Pescas vão discutir, como todos os anos, em Dezembro.

A captura de pescada poderá aumentar em 11% nas águas portuguesas, do Cantábrico e do golfo de Cádis e em três por cento na Escócia, na Irlanda e no golfo de Biscaia. A anchova, cuja captura continuará proibida neste mesmo golfo, pelo menos até Junho, sofrerá também um corte da ordem dos 15% nas águas portuguesas.

Outras espécies onde também se prevêem reduções na captura são o carapau, o tamboril e o lagostim.

Estas são, como se disse, as propostas de Bruxelas. Em Dezembro se verá se os ministros concordam ou não.

A pesca da anchova deverá continuar proibida, no golfo de Biscaia mas, em contrapartida, as quotas de captura da pescada poderão ser aumentadas, no próximo ano.

Estas são as principais propostas da Comissão Europeia, que os ministros das Pescas vão discutir, como todos os anos, em Dezembro.

A captura de pescada poderá aumentar em 11% nas águas portuguesas, do Cantábrico e do golfo de Cádis e em três por cento na Escócia, na Irlanda e no golfo de Biscaia. A anchova, cuja captura continuará proibida neste mesmo golfo, pelo menos até Junho, sofrerá um corte da ordem dos 15% nas águas portuguesas.

Outras espécies onde também se prevêem reduções na captura são o carapau, o tamboril e o lagostim.

Estas são, como se disse, as propostas de Bruxelas. Em Dezembro se verá se os ministros concordam ou não.