Última hora

Última hora

Estatuto de economia de mercado aproxima Ucrânia da União Europeia

Em leitura:

Estatuto de economia de mercado aproxima Ucrânia da União Europeia

Tamanho do texto Aa Aa

Como esperado, a Europa atribui o estatuto de economia de mercado à Ucrânia. Este é o principal resultado da Cimeira UE-Uccrânia, que decorreu esta quinta-feira em Kiev. Mas as duas partes selaram também um acordo em matéria de energia, transporte aéreo e comunicações, incluindo a participação de Kiev no projecto europeu de navegação por satélite, Galileo. A União e Kiev comprometeram-se também a rever os regimes des vistos no primeiro semestre de 2006.

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, afirmou que “o futuro da Ucrânia é na Europa e agora estamos a construir este futuro com passos concretos: hoje, a economia de mercado, depois a adesão à OMC, a possibilidade de um acordo de comércio livre.”

A aspiração máxima desta antiga república soviética é a adesão à União Europeia, mas tal passo não será para já. Embora a atribuição do estatuto de mercado seja vista como o primeiro de todos os passos nessa via.

Um ano depois da Revolução Laranja, Kiev recebe este estatuto de braços abertos. Uma boa notícia para a economia ucraniana e também para o presidente Viktor Iuschenko, cuja popularidade está em baixa, a três meses das legislativas.