Última hora

Última hora

Homossexuais britânicos legalizam uniões de facto

Em leitura:

Homossexuais britânicos legalizam uniões de facto

Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido é o quinto país do mundo a autorizar as uniões homossexuais através da parceria civil, em tudo idêntica ao matrimónio mas sem o mesmo nome legal. A lei, adoptada em 2004 sem grande controvérsia, só agora entra em vigor. As primeiras uniões oficiais devem celebrar-se a 19 de Dezembro na Irlanda do Norte. Para os casais “gay” é uma verdadeira revolução.

“Significa que as relações são reconhecidas pela lei e protegidas a nível financeiro e legal. Pessoalmente, pode mostrar-se o amor que se nutre a toda a gente e assumir-se o compromisso como casal em público, aos amigos e família”, diz uma britânica. Em Brighton, esteve aberta a Feira do Casamento Homossexual, onde os casais ficaram já a ter uma ideia do mercado existente para a organização das festas até ao mais pequeno detalhe. “É a qualidade e o reconhecimento destes casais”, adianta um casal constituído há 14 anos. “É o maior passo em frente, está a fazer-se História ao atribuir os mesmos direitos que aos casais heterossexuais”, sublinha um outro. A nível europeu, o Reino Unido segue o caminho da Holanda, da Bélgica e da Espanha. A amarelo (na imagem), podem ver-se os países onde este tipo de pacto é autorizado, como o PACS em França, ou a parceria para a vida na Alemanha, e, a castanho, os países onde o debate parlamentar está a decorrer. Da perseguição que havia nos anos 60 até à legalização actual, os homossexuais britânicos viram evoluir radicalmente o seu espaço na sociedade, principalmente nas últimas décadas. Uma das primeiras uniões mediáticas será a de Sir Elton John e David Furnish. A união legal do casal, que vive junto há muitos anos, será anunciada no prestigioso jornal Times, que decidiu fazer as participações das oficializações deste tipo de relação nas colunas dos anúncios. O cantor George Michael e o companheiro Kenny Goss também assinam os papéis no princípio do póximo ano.