Última hora

Última hora

Fim do ultimato faz aumentar receios sobre destino dos reféns

Em leitura:

Fim do ultimato faz aumentar receios sobre destino dos reféns

Tamanho do texto Aa Aa

Aumenta a preocupação face à ausência de notícias dos reféns ocidentais no Iraque.

Em Munique, na Alemanha, a vigília pela refém alemã juntou apenas 30 pessoas, um número decepcionante para os organizadores. A arqueóloga Susanne Osthoff foi raptada no dia 25 e está ameçada de morte se Berlim não acaba com a colaboração com o Iraque. Quanto aos quatro trabalhadores humanitários espera-se o pior. Os dois canadianos, o britânico e o americano foram sequestrados há 14 dias. O prazo dado pelas “Brigadas das Espadas do Direito” terminou este sábado e não foram libertados os prisioneiros iraquianos, como era exigido. Os apelos à libertação dos quatro homens vieram mesmo da comunidade muçulmana e líderes religiosos. Desconhece-se também o destino de um francês raptado há cinco dias em Bagdad. Os receios aumentam depois da descoberta cadáver de um cidadão egípcio raptado em Tikrit, onde trabalhava como tradutor.