Última hora

Última hora

Haia: Gotovina comparece perante TPI

Em leitura:

Haia: Gotovina comparece perante TPI

Tamanho do texto Aa Aa

Era procurado pelo Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia há quatro anos e hoje compareceu finalmente perante a justiça, depois de ter sido capturado em Tenerife na quarta-feira.

Ante Gotovina, general croata na reserva, ficou a conhecer pela voz do juiz maltês Carmel Agius, em Haia, as acusações que pendem sobre si e qual a pena a que poderá ser condenado. Gotovina é acusado de crimes de guerra e contra a humanidade durante o conflito nos Balcãs entre 1991 e 1995, incluindo de ser responsável pela morte de mais de um centena de civis sérvios e pelo êxodo de cerca de 200 mil pessoas, bem como a destruição dos seus bens. Gotovina pode ser condenado a prisão perpétua. A detenção do general gerou acesos protestos na Croácia, pois é considerado por muitos como um herói que defendeu a sua pátria e que os crimes aconteceram num contexto de ajuste de contas pessoais, quando Gotovina já não mandava.