Última hora

Última hora

Rússia: Putin viaja até Grosny para moralizar parlamentares

Em leitura:

Rússia: Putin viaja até Grosny para moralizar parlamentares

Tamanho do texto Aa Aa

Numa visita relâmpago a Grozny e perante membros do novo parlamento da Chechénia, saído das legislativas de 27 de Novembro, o presidente russo Vladimir Putin defendeu a adopção de todas as medidas para acabar com as insurreições naquela república e proferiu um discurso voltado para os responsáveis islâmicos.

A Rússia sempre foi e continuará a ser fiel aos interesses do mundo islâmico. A Rússia sempre foi o seu melhor parceiro e aliado. Ao destruírem a Rússia, os opositores destroem um dos principais pilares da luta do mundo islâmico pelo reconhecimento dos seus direitos na cena internacional, os seus legítimos direitos. A intervenção do chefe de Estado russo, que apenas esteve 40 minutos em Grozni, serviu para moralizar um Parlamento Checheno dominado pelo partido Rússia Unida, que se reuniu esta segunda-feira pela primeira vez. Desde 94 que a Chechénia está mergulhada num conflito separatista e as eleições do passado dia 27 serviram para legitimar o governo autónomo desta República da Federação Russa.