Última hora

Última hora

UE à espera de proposta britânica

Em leitura:

UE à espera de proposta britânica

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia mantêm-se em suspenso à espera da proposta de Londres para o orçamento comunitário. A reunião de hoje dos ministros dos Negócios Estrangeiros dos Vinte Cinco foi bastante curta porque, apesar de Jack Straw ter trazido a tradicional mala vermelha do orçamento britânico, a nova proposta orçamental da presidência britânica só deverá ser conhecida na véspera da cimeira de quinta-feira em Bruxelas.

Straw justifica que “as negociações sobre as perspectivas financeiras são sempre difíceis, ainda mais quando se prolongam há tanto tempo devido à pressão sobre o orçamento, as preocupações sobre o futuro da Europa anunciadas pelo Não da Holanda e França e a forma rápida como o mundo está a mudar, com a crescente necessidade de globalização”.

A grande maioria dos países, Portugal incluído, defende que o Reino Unido deve abrir mão de uma fatia maior do chamado “cheque britânico” para se conseguir chegar a um acordo sobre as perspectivas financeiras para 2007-2013.

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, insistiu numa mudança “suplementar e permanente” no cheque britânico, “ligada ao alargamento”, frisando que se “o alargamento é permanente, também o deveria ser essa modificação”.

Em Downing Street, Tony Blair prossegue a maratona de reuniões com líderes europeus. Hoje, o primeiro-ministro britânico recebeu o homólogo dinamarquês, Anders Fogh Rasmussen, em mais um passo de um “doloroso e difícil” caminho.