Última hora

Última hora

Reino Unido apresenta nova proposta orçamental na véspera da Cimeira

Em leitura:

Reino Unido apresenta nova proposta orçamental na véspera da Cimeira

Tamanho do texto Aa Aa

Esta quarta-feira, véspera da Cimeira Europeia, o Reino Unido apresenta a sua mais recente proposta de orçamento para 2007-2013. No mesmo dia que o Parlamento Europeu discute o mesmo assunto, já que tem uma palavra a dizer sobre o orçamento final, caso se chegue a acordo durante a Cimeira desta semana.

Os eurodeputados querem um orçamento mais generoso do que o último proposto pela presidência britânica. Como diz o conservador espanhol Salvador Garriga Polledo: “É impossível fazer uma Europa a 27 Estados com o dinheiro que utilizávamos para os Quinze.”

Na última proposta, para reduzir o orçamento, Londres cortava nos fundos estruturais. Uma medida que, diz a eurodeputada lituana Laima Liiucija Andrikiené, não agrada aos dez: “Sei que nenhum dos novos Estados membros está satisfeito com a proposta britânica, a antiga. Esperamos agora para ver a nova e esperamos que ela seja melhor. Esta vontade política de chegar a um acordo é uma boa base, pois já tivemos crises e problemas suficientes na União Europeia nestes últimos dois anos.”

A vontade existe, mas nada garante que se chegue a um acordo. No entanto, o eurodeputado verde Daniel Cohn-Bendit alerta: a Europa não tem capacidade para aguentar outro fracasso: “A Europa não pode suportar uma renacionalização, uma renacionalização do pensamento. Uma diminuição da capacidade de intervenção da Europa é algo que a Europa não pode permitir.”

Falta saber os termos da nova proposta britânica. Até aqui, Londres tem-se mantido firme: o cheque britânico, contestado por todos os Estados membros, só será revisto se a PAC também o for.