Última hora

Última hora

Sidney: Polícia vai ter poderes especiais para acabar com tumultos

Em leitura:

Sidney: Polícia vai ter poderes especiais para acabar com tumultos

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento estatal de Nova Gales do Sul, na Austrália, vai reunir-se de emergência para dar à polícia poderes acrescidos. O objectivo é tentar debelar os tumultos que afectam Sidney desde domingo.

O consumo de álcool pode ser proibido em alguns quarteirões e o recolher obrigatório vai poder ser implementado. O envolvimento em motins será punido com penas que podem ir até aos 15 anos de prisão. As autoridades estão em alerta elevado. Na noite de segunda para terça-feira, oito pessoas ficaram feridas, dezenas de viaturas e imóveis foram danificados. Existe o receio de que os tumultos possam alastrar a outras cidades australianas. Em Perth, na outra extremidade do país registaram-se dois episódios de violência racial, com ligações aos distúrbios verificados em Sidney. A onda de motins eclodiu no domingo quando cerca de cinco mil pessoas protestaram na praia de Cronulla contra a presença de emigrantes originários do médio oriente. Os manifestantes acusavam indivíduos de origem libanesa de terem agredido nadadores salvadores. As comunidades libanesa e islâmicas retaliaram e a violência acabou por inflamar. Sidney vai entrar na terceira noite depois dos primeiros distúrbios. A polícia está preparada para o pior. Perto da praia de Maroubra as autoridades encontraram cerca de 30 cocktails molotov e pedras amontoadas, alegadamente para serem usados em batalhas urbanas.