Última hora

Última hora

Qantas encomenda 65 aparelhos Boeing

Em leitura:

Qantas encomenda 65 aparelhos Boeing

Tamanho do texto Aa Aa

A transportadora australiana Qantas deu à Boeing a prenda de Natal que ela queria. A construtora aeronáutica norte-americana recebeu uma encomenda de peso e vai vender 65 aparelhos 787 Dreamliner à Qantas, com opção de vender outros 50 aviões.

O acordo vale 10 mil milhões de dólares, o equivalente a 8 mil milhões de euros. É um negócio vem dar mais uma arma aos norte-americanos na guerra comercial que mantém com a europeia Airbus.

Este ano, a Boeing deve conseguir a desforra, depois de ter sido ultrapassada pela Airbus, nos últimos anos. 2005 tem sido um ano recorde em termos de encomendas, tanto para a Boeing como para a Airbus. Com as últimas encomendas, os norte-americanos somam 921 aviões pedidos, enquanto a Airbus conta 837.

A última grande encomenda da Airbus veio da China. Durante a visita a França do primeiro-ministro Wen Jiabao, o governo chinês assinou um acordo com a Airbus para a compra de 150 aparelhos A-320, por cerca de 8 mil milhões de euros.

O mercado chinês é ainda dominado pela Boeing, mas a Airbus tem vindo a ganhar terreno.

A construtora norte-americana aposta no Dreamliner, um avião de médio porte. A encomenda da Qantas vem agora demonstrar que, pelo menos para já, é uma aposta ganha.