Última hora

Última hora

Várias explosões em Bagdade abalam eleição de primeiro constitucional

Em leitura:

Várias explosões em Bagdade abalam eleição de primeiro constitucional

Tamanho do texto Aa Aa

Votar volta a ser um exercício de alto risco no Iraque. Um tiro de morteiro sacudiu esta manhã a “zona verde” no centro de Bagdade, à mesma hora em que os iraquianos começavam a descer às urnas para eleger o primeiro governo definitivo da era pós-Saddam Hussein.

Até ao início da manhã não eram conhecidos os danos provocados pela deflagração que abala um sufrágio colocado sob medidas de segurança reforçadas. Até ao final do dia, 15 milhões de iraquianos deverão arriscar descer às urnas.Sete mil candidatos estão em liça para ocupar os 275 lugares do parlamento num sufrágio onde, uma vez mais, a participação da comunidade sunita será o barómetro dos esforços de pacificação do país. As assembleias de voto encerram às 17h00, os resultados finais só deverão ser conhecidos dentro de duas a três semanas devido ao complexo sistema de voto proporcional em vigor no Iraque. As eleições de hoje representam a última fase do processo democrático posto em prática no Iraque, depois da aprovação em referendo da nova constituição, em Outubro. Um processo que para Washington poderá abrir caminho a uma primeira retirada militar em 2006.