Última hora

Última hora

Bush justifica autorização dada à NSA para espiar ilegalmente pessoas

Em leitura:

Bush justifica autorização dada à NSA para espiar ilegalmente pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

Face às revelações da imprensa, o presidente americano veio a público justificar a autorização dada à Agência para a Segurança Nacional (NSA) para espiar, sem ordem judicial, centenas ou talvez milhares de americanos e cidadãos estrangeiros. A ordem foi assinada após os atentados de 11 de Setembro.

A notícia do “New York Times” chegou a ser desmentida. George W. Bush reconhece os factos e afirma que se trata de um “programa altamente secreto e crucial para a segurança nacional, cujo objectivo é proteger e prevenir novos atentados contra os Estados Unidos, os seus amigos e aliados”.A NSA vigiou, sem autorização de um tribunal, chamadas telefónicas e correios electrónicos ao longo dos últimos anos. A revelação da imprensa provocou protestos por parte de senadores republicanos e democratas, que ontem inflingiram um duro golpe a Bush, ao rejeitar a renovação da lei anti-terrorista de 2001, o “Patriot Act”.