Última hora

Última hora

Violentos confrontos a horas de acabar cimeira da OMC em Hong-Kong

Em leitura:

Violentos confrontos a horas de acabar cimeira da OMC em Hong-Kong

Tamanho do texto Aa Aa

A horas de terminar a cimeira da Organização Mundial do Comércio (OMC), as ruas de Hong-Kong transformaram-se num campo de batalha entre activistas anti-mundialização e polícia. Segundo dados das forças da ordem, os confrontos provocaram pelo menos 41 feridos, entre eles agentes das forças de segurança. Novecentas pessoas terão sido detidas.

De acordo com as autoridades, o protesto juntou um milhar de pessoas, na maioria agricultores sul-coreanos. Munidos de paus e cartazes e mesmo das barreiras de segurança enfrentaram o gás lacrimogénio lançado pelos dois mil polícias mobilizados para o local. Os activistas conseguiram mesmo romper o cordão de sergurança e chegar ao edifício onde decorre a reunião. Hong-Kong assistiu à pior cena de violência registada desde o início da reunião há cinco dias, obrigando as forças de segurança a repensar o dispositivo em torno da mega-manifestação prevista para este domingo por ocasião do encerramento da cimeira da OMC.