Última hora

Última hora

O sorriso rasgado que Tony Blair apresentou no final do encontro dos 25 poderá

Em leitura:

O sorriso rasgado que Tony Blair apresentou no final do encontro dos 25 poderá

Tamanho do texto Aa Aa

já não ser o mesmo quando chegar a casa e enfrentar um batalhão de críticas, a propósito do acordo em Bruxelas sobre o Orçamento comunitário.

O primeiro-ministro lembra que o debate está ainda no início, todo o dinheiro investido nas economias em desenvolvimento será novamente objecto de discussão. Nas negociações, destaque para Angela Merkel. A chanceler alemã empenhou-se no consenso e mesmo sendo uma estreante nestas andanças, é agora vista como uma mediadora de sucesso. O presidente francês, Jacques Chirac, agradeceu a ajuda da Alemanha para pressionar Blair e adiar a questão da PAC para mais tarde. Por agora, ganharam os polacos que conseguiram verbas suplementares à última hora. Mas como vai Tony Blair justificar aos eleitores a perda de mais de 10 mil milhões de euros do cheque britânico? Os conservadores qualificam a cedência de Blair como um “falhanço estrondoso”,pois vêem começar a desaparecer o reembolso exclusivo conseguido em 1984 pela Dama de Ferro para a Grã-Bretanha.