Última hora

Última hora

Evo Morales será o novo presidente da Bolívia

Em leitura:

Evo Morales será o novo presidente da Bolívia

Tamanho do texto Aa Aa

Evo Morales venceu as presidenciais com maioria absoluta. Contra todas as sondagens que lhe davam a vitória com menos de 40 por cento dos votos, o líder do movimento socialista MAS terá alcançado 51 por cento, ou seja, conseguiu a maioria absoluta nesta primeira volta e a questão já não será submetida à vontade do parlamento.

Emocionado com a vitória, Morales torna-se no primeiro indígena a assumir a chefia do Estado no país mais pobre da América Latina. Segundo as projecções, o seu partido, o MAS saíu vitorioso neste sufrágio, que se destinou também a eleger o parlamento. O rival mais directo, Jorge Quiroga, já reconheceu a derrota, felicitou Morales e o MAS pela vitória e saudou o povo boliviano, que encarou o sufrágio de forma tranquila e pacífica. É um novo capítulo que começa na história da Bolívia. Morales será o terceiro presidente em quatro anos. E é também mais um líder de esquerda a ocupar um lugar cimeiro na América Latina. Próximo de Hugo Chavez, presidente da Venezuela, e de Fidel Castro, líder de Cuba, Evo Morales vai completar um triângulo que promete dar dores de cabeça ao presidente americano. Internamente, Evo Morales promete nacionalizar os recursos naturais. Entre eles está o sector do gás natural, que segundo o candidato vencedor só tem beneficiado estrangeiros e elites bolivianas. Um outro recurso a nacionalizar, e que representa um quarto da produção do país, é o cultivo da folha de coca.