Última hora

Última hora

Professores estrangeiros libertados em Gaza

Em leitura:

Professores estrangeiros libertados em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

Os professores de língua inglesa (um holandês e um australiano) da Escola Internacional Americana, sequestrados esta manhã na cidade de Gaza, foram libertados após algumas horas de cativeiro.

Bryan Emproggio, australiano, é ajudante do reitor da escola, o holandês Hendrich Taatgen, e explicou detalhes dos breves momentos passados na mãos de um grupo ligado à Frente Popular de Libertação da Palestina (FPLP).“Dissemos a eles que estavamos na região para ajudar Gaza e a Palestina. Em momento alguns eles ameaçaram colocar em causa nossa integridade física”. O grupo Wadie Haddad, ligado à FPLP, exige a libertação do secretário-geral do movimento Ahmed Saadat e de outros militantes, presos em 2001, na sequência do assassinato do ministro do Turismo israelita Rehavam Zeevi. O núcleo político da FPLP negou qualquer envolvimento. Os professores foram abordados da parte da manhã por quatro homens encapuçados quando se dirigiam à escola que é parcialmente financiada pelos Estados Unidos. A intervenção da Autoridade Nacional Palestiniana permitiu a libertação dos professores.