Última hora

Última hora

Saddam Hussein acusa americanos de mentirem e reafirma ter sido torturado

Em leitura:

Saddam Hussein acusa americanos de mentirem e reafirma ter sido torturado

Tamanho do texto Aa Aa

Saddam Hussein voltou a atacar as forças americanas estacionadas no Iraque durante o seu julgamento que está a decorrer num tribunal de Bagdade. Durante a manhã, o ex-ditador iraquiano acusou mais uma vez os americanos de o terem torturado e de mentirem ao negar esses factos.

Saddam já tinha referido na sessão de ontem ter sido torturado pelos norte-americanos. No entanto, esta quinta-feira a tese foi defendida pelo seu meio irmão Barzan al-Tikriti, que contou ter sido várias vezes agredido durante os interrogatórios. Logo a seguir, al-Tikriti voltou a instalar a confusão no tribunal ao acusar o procurador-geral, Jaafar al-Moussaoui, de ser um antigo responsável do Partido Baas, entretanto extinto. Al-Moussaoui pediu de imediato a demissão, mas o juiz Rizkar Amine recusou o pedido. Nesta sétima sessão do processo de Saddam foram ouvidas mais duas testemunhas, que por medo de represálias, depuseram escondidas por uma cortina e com a voz alterada. Saddam e os seus sete colaboradores estão a ser julgados pelo massacre de perto de 148 pessoas da localidade xiita de Dujail, em 1982, depois do cortejo onde seguia o ex-ditador ter sido alvo de um atentado fracassado.