Última hora

Em leitura:

Tocam os sinos em memória dos mortos do Sri Lanka


mundo

Tocam os sinos em memória dos mortos do Sri Lanka

O Sri Lanka lembrou os mortos com uma cerimónia religiosa ecuménica. O presidente, Mahinda Rajpakse, presidiu à celebração que juntou hindus, cristãos e muçulmanos, budistas e sikhs e teve como ponto alto o tocar dos sinos e dois minutos de silêncio.

Simbolicamente, a cerimónia decorreu na cidade de Peralya, no mesmo sítio onde, há um ano, o tsunami causou o descarrilamento de um comboio, que matou duas mil pessoas. Mais de 35 mil pessoas morreram, no Sri Lanka, o país mais atingido pelo tsunami a seguir à Indonésia. Na rua principal da aldeia de Seenigama, onde 120 pessoas perderam a vida, foi içada uma bandeira por cada uma das vítimas. Os familiares e amigos dos desaparecidos acederam também lamparinas em sua homenagem.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Indonésia chora vítimas do tsunami