Última hora

Última hora

Gás faz explodir a tensão entre a Rússia e a Ucrânia

Em leitura:

Gás faz explodir a tensão entre a Rússia e a Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

O que começou com uma disputa quanto ao preço do gás pode tornar-se num conflito de fronteiras entre dois estados vizinhos. A Rússia e a Ucrânia estão de candeias às avessas.

A Rússia quer aumentar o preço do gás para a Ucrânia em cerca de cinco vezes o valor actual. A Ucrânia contrapõe com o aumento do aluguer da base de Sebastopol. A tensão sobe. O ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Serguei Ivanov, chegou ao ponto de dizer que a “revisão dos termos da presença da frota russa do Mar Negro na Crimeira será fatal para o acordo assinado entre Kiev e Moscovo e porá particularmente em causa o reconhecimeno das fronteiras”. O seu homólogo ucraniano, Anatoly Gritsenko, apressou-se a pôr água na fervura declarando que Kiev não tenciona rever unilateralmente o preço do aluguer da base naval de Sebastopol. A verdade é que essa tinha sido a reacção primeira do presidente Viktor Iushchenko, no passado dia 9 de Dezembro. O gás que envenena as relações entre a Rússia e a Ucrânia passa pelos gasodutos ucranianos em direcção à Europa. A Ucrânia tem direito a 15% a preços que a Rússia insiste em rever.