Última hora

Última hora

Washington condena à extradição imigrante ucraniano com passado nazi

Em leitura:

Washington condena à extradição imigrante ucraniano com passado nazi

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça norte-americana ordenou a extradição de um imigrante ucraniano acusado de ter sido um temível guarda de um campo de concentração nazi na Polónia, durante a segunda guerra mundial.

John Demjanjuk travava há 30 anos uma verdadeira batalha legal para provar a sua inocência. Esta é a segunda vez que os advogados do agora operário reformado de 85 anos, rejeitam as acusações de que o arguido teria sido um guarda prisional do campo de concentração de Treblinka conhecido como “Ivan, o terrível”. Entregue nos anos setenta à justiça israelita, Demjanjuk tinha escapado por pouco a uma condenação à morte por enforcamento. A descoberta de um antigo bilhete de identidade do regime nazi com o nome de Ivan Demjanjuk levou à reabertura do processo em 2002. Os advogados do arguido deverão apresentar um pedido de recurso da decisão de extradição nos próximos trinta dias. Demjanjuk que, continua a clamar a sua inocência, alega que o regresso à Ucrânia o colocará numa situação de perigo de vida.