Última hora

Última hora

Posto fronteiriço de Rafah reaberto

Em leitura:

Posto fronteiriço de Rafah reaberto

Tamanho do texto Aa Aa

O posto fronteiriço da Faixa de Gaza com o Egipto, em Rafah, foi reaberto depois de ter estado encerrado durantes várias horas, esta quinta-feira, e de os observadores da União Europeia terem sido obrigados a abandonar o local.

Da parte da manhã, dezenas de polícias palestinianos e membros armados do Fatah tomaram o controlo da fronteira, como forma de protesto pela morte de um colega, ontem, e pela crescente desordem na Faixa de Gaza. A passagem de Rafah foi aberta a 25 de Novembro, após um acordo assinado entre israelitas e palestinianos. No entendimento ficou estabelecido que observadores independentes estariam presentes na fronteira, face ao receio de infiltração de guerrilheiros estrangeiros e armas em território palestiniano. Entretanto, as forças de segurança continuam à procura da jovem britânica que desapareceu na quarta-feira com os seus pais, também na região de Rafah. Os pedidos de libertação de Kate Burton surgem de vários quadrantes. Até mesmo o Hamas apelou para o fim de uma acção que considera minar os esforços da resistência palestiniana. Geralmente, os raptos no território não costumam durar mais de 24 horas. Neste caso, existem poucos detalhes sobre o sequestro e já passaram dois dias.