Última hora

Última hora

Viena de Áustria eurocéptica inicia presidência no dia 1 de Janeiro

Em leitura:

Viena de Áustria eurocéptica inicia presidência no dia 1 de Janeiro

Tamanho do texto Aa Aa

A presidência europeia sob a batuta da Áustria, que começa no dia 1, está marcada pelo escândalo dos cartazes publicitários ousados e pelas declarações polémicas do chanceler Wolfgang Schussel.

Numa entrevista ao diário alemão Suddeustche Zeitung, o chanceler austríaco sugeriu aos Estados-membros uma reflexão sobre a necessidade da criação de um órgão superior que legitime as acções do Tribunal Europeu de Justiça. A manchete do Die Presse, diário austríaco, chega mesmo a falar de uma “política nacional esmagada”. Isto a propósito das decisões do tribunal com retroactividade e não só. Viena sentiu-se particularmente tocada pelas deliberações do Tribunal Europeu, que, em várias ocasiões, decidiu contra o país. Schussel acusa o Tribunal Europeu de sistematicamente alargar a sua área de competência, mesmo em assuntos onde o direito comunitário não chega. Para muitos esta posição promete uma presdiência semestral eurocéptica.